PÁGINA INICIAL

sexta-feira, 9 de junho de 2017

REPERCUSSÃO NACIONAL: Até o diretor do presídio foi afetado com surto de sarna

“Tá coçando demais, cheio de coceira”.
Gritam do pátio os presos quando percebem que estão sendo filmados.
Na penitenciária de Esperantina, até o diretor da unidade foi diagnosticado com sarna.
Agnaldo Lima felizmente consegue bancar sua medicação, e mostra ao Profissão Repórter uma marca, já pequena, no pulso.
Diferente dos demais 150 presos diagnosticados com a doença, que esperam pela medicação que pode ajudar a amenizar a coceira.
Um dos detentos apela.
“Temos que colher o que nós plantamos, privar da liberdade já é um castigo grande. Privar da liberdade, e privar da saúde, aí já fica aumentando, isso daqui é desumano”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário