INÍCIO

terça-feira, 20 de junho de 2017

PI: Jovem morta por tenente estava namorando há uma semana

Tenente do Exército mata namorada e atira em mais duas mulheres
Os familiares da jovem Iarla Lima Barbosa, de 25 anos, morta pelo tenente do 2º BEC, José Ricardo da Silva Neto, 22 anos, por volta da 1h da madrugada desta segunda-feira (19), afirmaram que Iarla e José Ricardo, começaram a namorar há uma semana, já que o tentente teria pedido a jovem em namoro no último dia 12 de junho - dia dos namorados.
Os dois teriam se conhecido na faculdade, onde iniciaram o recente relacionamento. Iarla cursava Arquitetura e Urbanismo. A mãe da vítima, Dulcinéia Lima da Silva, se deslocou de Governador Eugênio Barros (MA), onde mora para Teresina na manhã de hoje e prestou depoimento na Delegacia de Homicídios e afirmou que afilha estava encantada pelo estudante de Direito.
Tenente José Ricardo e Iarla Lima (Crédito: Reprodução)
Iarla estava na companhia da irmã Ilana Lima Barbosa e sua amiga Josiane Mesquita, que foram alvejadas e socorridas por testemunhas do crime, que aconteceu em frente a um pub na avenida Nossa Senhora de Fátima, na zona Leste de Teresina. As jovens feridas continuam internadas e o sepultamento de Iarla acontecerá no município de Governador Eugênio Barros (MA).
Segundo testemunhas, o crime aconteceu após um desentendimento entre José Ricardo, Iarla e as outras vítimas durante a saída de uma casa noturna. A namorada do acusado estava no banco da frente do veículo e foi atingida com disparos na nuca, na mão e no tórax, já as outras duas que estavam no banco de trás foram atingidas na perna e no braço.

Após o crime, o acusado se deslocou até o seu apartamento na zona Leste com a vítima no banco da frente. A Polícia Militar do Piauí foi até o local e encontrou o corpo da jovem dentro do veículo no estacionamento do prédio. Segundo relatos, houve uma negociação para que o acusado se entregasse e em um determinado momento ele desferiu um tiro na própria perna. Após uma conversa, o mesmo entregou a arma e se rendeu. Logo em seguida, ele foi encaminhado para o hospital.
O tenente Silva encontra-se custodiado pela PM/PI, no Hospital Pronto Med, em Teresina, para ser atendido, devido a lesão que ele mesmo causou em sua coxa direita, com a arma de fogo, não corre risco de morte. Ele sofrerá uma intervenção cirúrgica, para retirada do projétil e ficará internado por aproximadamente cinco dias. As duas mulheres feridas estão sendo atendidas no Hospital de Urgência de Teresina-PI e não correm risco de morte, até o presente momento. O 2º BEC divulgou nota e afirmou que está apurando o caso e que tomará as medidas administrativas e disciplinares pertinentes à ocorrência.
Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário