INÍCIO

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Morre no Heda homem baleado sábado em Parnaíba

Homem baleado no final de semana no Jardim de Alah, no bairro Frei Higino, em Parnaíba morre no HEDA nesta segunda-feira. Crime tem características de execução.

Adriano de Oliveira Ferreira vítima de execução em Parnaíba.
O vendedor Adriano de Oliveira Ferreira, de 30 anos, que havia dado entrada no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) no último sábado (22/04) ferido por disparos de arma de fogo, morreu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital onde ficou internado por dois dias. Segundo os médicos, o homem foi atingido por três tiros, possivelmente de pistola ponto 40 (arma de uso restrito).
O crime aconteceu por volta das 7h da manhã de sábado (22) em um “mercadinho” no conjunto habitacional Jardim de Alah, no bairro Frei Higino, em Parnaíba. Segundo testemunhas, a vítima estava sentada tomando café quando teria sido surpreendido pelos disparos efetuados por um motociclista que passava pelo local. A mãe de Adriano, identificada como Benedita Machado de Oliveira, presenciou tudo e socorreu o filho para o hospital.
A vítima foi baleada quando tomava café no “Mercadinho de Alah” no conjunto habitacional Jardim de Alah, no bairro Frei Higino, em Parnaíba.
No HEDA, Adriano Ferreira foi submetido a dois procedimentos cirúrgicos, mas não resistiu e morreu na manhã desta segunda-feira (24/04). O pai da vítima, Antônio Carlos Ferreira, informou que o filho não possuía inimigos, não era envolvido com drogas e nem devia ninguém. Disse ainda que a família já tem um suspeito. Ele espera que a Polícia Civil dê uma resposta ao crime.
Após a constatação da morte, o corpo do vendedor foi removido para o posto do Instituto Médico Legal de Parnaíba. Depois da necropsia foi liberado para que a família providencie o sepultamento.

Por Kairo Amaral | Fotos: João Júnior / Rede Meio Norte | Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário