INÍCIO

terça-feira, 21 de março de 2017

Luis Correia: Kim do Caranguejo encontra escola em estado de abandono mesmo após reforma

O Prefeito de Luís Correia Kim do Caranguejo (PSB) tem encontrado alguns problemas oriundos ainda do governo passado, os primeiros meses de gestão têm sido para organização da maquina administrativa e correção das falhas, porém alguns detalhes tem complicado a execução de mais ações do poder público municipal.

Falta calçadas nas laterais da escola
A situação do Centro Educacional Fontes Ibiapina é deplorável, o local recebeu durante o último pleito eleitoral uma reforma as pressas, mas o fato é que esta reforma foi uma maquiagem para tentar manipular a opinião pública e as pessoas que usavam a instituição escolar. Uma equipe da Secretaria Municipal de Educação, após várias denúncias esteve no local e constatou que a situação da escola é crítica.

Fossa séptica estourada
A ‘maquiada’ dada pela ex-prefeita Adriane Prado (PP) deve sair mais caros aos cofres públicos e consequentemente ao bolso do contribuinte. Na instituição de ensino um dos maiores problemas é o esgoto. A parte externa da escola a lama e fedentina incomodam os alunos, o muro da escola está caído, já na parte interna o problema são encanações, infiltrações, pias danificadas e outros fatores que prejudicam o funcionamento da instituição.
Pias quebradas e com gambiarras na encanação
O prefeito Kim do Caranguejo lamenta a situação e disse que é um desrespeito com o dinheiro público, o gestor garante que vai providenciar os reparos necessários para que a escola possa ser um local agradável para alunos e professores.
Banheiros quebrados e sem serventia 
“É triste uma gestora fazer uma reforma as pressas no intuito de enganar a população, agora vamos ter que gastar novamente, pois o local precisa de atenção e vários reparos. As pinceladas de cal não foram suficientes para melhorar o funcionamento da escola, vamos providenciar uma reforma que acomode melhor condições para os alunos e professores” disse Kim.

Falta rampa de acessibilidade para cadeirantes
Edição e imagens I Folha de Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário